Os desafios no MEC e o que esperar do novo ministro - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Os desafios no MEC e o que esperar do novo ministro

Por: Elite FM
Publicado em 11/04/2019
img
Abraham Weintraub, novo ministro da Educação. Foto: Rafael Carvalho / Divulgação Casa Civil.

O novo ministro da Educação, o economista Abraham Weintraub, é um personagem avesso à imprensa. Em uma das poucas entrevistas dadas a veículos de comunicação ele rechaçou ser enquadrado como “de direita” ou “de esquerda” e têm a Bíblia como referência. Ao menos no início, a tendência de Weintraub é impor uma agenda liberal no MEC, contrária ao “marxismo cultural”, e atuar mais nos bastidores. E fontes do Planalto confirmam que o presidente Jair Bolsonaro pediu para que o novo ministro começasse pelo básico: formar uma equipe coesa e focada nos mesmos fins. Tendo em conta os diferentes interesses políticos, econômicos e ideológicos de grupos que compõem o MEC, deste e de governos anteriores, esse será, com certeza, o seu primeiro desafio. Mas ainda há outros desafios importantes na pasta que concentra um orçamento de R$ 120 bilhões. Confira alguns deles: péssima formação de professores, Enem 2019, alfabetização, reforma do ensino médio e o Fundeb. A melhora nos índices de alfabetização, sobretudo, é um dos principais desafios do governo. Há milhões de analfabetos absolutos, que não sabem ler ou escrever, e os analfabetos funcionais, ou seja, pessoas que sabem ler e escrever, mas não são capazes de interpretar, por exemplo, um “bilhete de geladeira”. No início do mandato, Bolsonaro prometeu criar um programa chamado “Alfabetização Acima de Tudo”, ligado ao Ministério da Educação. Quanto à formação de professores é sabido que os piores alunos do ensino médio acabam se tornando professores. Por isso, são precisas duas ações simultâneas: dar capacitação para os professores que já estão em sala de aula e conseguir que as universidades mudem seus currículos para os desafios atuais da profissão. 


Fonte: Gazeta do Povo

Fonte das fotos: Imagem:Foto: Rafael Carvalho / Divulgação Casa Civil./Gazeta do Povo