Trump apoia Brasil na OCDE. Quais as vantagens de entrar no ‘clube dos ricos’? - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Trump apoia Brasil na OCDE. Quais as vantagens de entrar no ‘clube dos ricos’?

Por: Elite FM
Publicado em 22/03/2019
img
Entrando na OCDE, o Brasil ganha credibilidade e se abre para os países mais ricos - Isac Nóbrega/PR

Anúncio do presidente norte-americano foi considerado uma vitória de Jair Bolsonaro em sua visita oficial aos EUA. O?presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou apoio à tentativa brasileira de se tornar um país-membro da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). A OCDE é conhecida como “clube dos países ricos” por reunir, em sua maioria, nações desenvolvidas. O?apoio foi considerado uma vitória do presidente Jair Bolsonaro em sua visita oficial aos EUA. Um dos benefícios desse tratamento especial é ter prazos maiores e condições mais vantajosas para implementar as decisões e regras da OMC.A OCDE funciona como um centro de discussão dos países desenvolvidos, que nela discutem sobre as melhores políticas públicas – de economia, educação, saúde, segurança e meio ambiente e outras – que devem ser adotadas. Para entrar na entidade, é necessário cumprir normas. Na área econômica, algumas ações incluem manter a inflação e as contas públicas sob controle, cooperar no combate à corrupção. A principal vantagem é ganhar uma espécie de “selo de qualidade” perante a comunidade internacional. Especificamente na parte de economia, fazer parte da OCDE significa ganhar credibilidade; melhorar a percepção dos investidores sobre o Brasil; facilitar acordos bilaterais ou multilaterais; reduzir os riscos de perda do grau de investimento; diminuir o custo de captação de empréstimos; alinhar o sistema regulatório às práticas internacionais, melhorar sua gestão interna, com maior controle dos gastos públicos e quebrar o sistema de protecionismo retrógrado que o Brasil adota que impede  a concorrência mundial.


Fonte: Gazeta do Povo

Fonte das fotos: Imagem:Isac Nóbrega/PR/Gazeta do Povo