Problema sistêmico: Alfabetização também depende de professores capacitados - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Problema sistêmico: Alfabetização também depende de professores capacitados

Por: Elite FM
Publicado em 21/02/2019


Guerra dos métodos a parte, o problema vai ainda mais longe, é preciso olhar sob um aspecto mais amplo outros fatores que, combinados, geram elevados índices de analfabetismo. É uma questão sistêmica e multi determinável com vários elementos interagindo: o currículo, o professor, a escola, material didático e métodos. “Método de alfabetização é importante, faz diferença, mas não é só isso que vai resolver. Se não tiver as outras coisas necessárias, não vai funcionar”, defende João Batista Oliveira e Araujo, presidente do Instituto Alfa e Beto. “A educação não é diferente do resto do ensino, é um conjunto de coisas que não estão funcionando e isso reflete em tudo”.  Grande parte da culpa pelos péssimos índices também acaba ficando nas costas do professor. Para a neuropsicóloga Sylvia Ciasca, o docente, um dos principais agentes da alfabetização de uma criança, precisa estar melhor preparado para ensinar a ler e escrever. “Grande parte das faculdades de pedagogia sequer tem na grade curricular uma matéria de alfabetização. Muitos dos alunos saem dos cursos sem essas habilidades de ensinar desenvolvidas”, expõe Sylvia. “Infelizmente, o professor é um profissional cuja formação ficou ao léu. Também é fundamental ter uma política de educação continuada para os docentes. Se cuidarmos da organização do trabalho coletivo na escola e de uma política que possibilite ao docente avançar em termos de preparação, daremos conta de boa parte do problema”. 


Fonte: Gazeta do Povo