Ministro da Educação diz que “universidade para todos não existe” - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Ministro da Educação diz que “universidade para todos não existe”

Por: Elite FM
Publicado em 31/01/2019

O novo comandante do MEC afirmou, em entrevista ao  Valor Econômico,  que o ensino superior deve ficar reservado à “elite intelectual” do país. Ricardo Vélez Rodrigues, ministro da Educação sob o governo de Jair Bolsonaro, afirmou, em entrevista ao Valor Econômico, que “a ideia de universidade para todos não existe”, e acrescentou que o ingresso nas instituições superiores de ensino “devem ficar reservadas para uma elite intelectual, que não é a mesma elite econômica [do país].À frente do MEC, o colombiano defende que a demanda mais urgente do país, no momento, é aproximar o ensino médio do técnico e, dessa forma, introduzir os jovens no mercado de trabalho. Vélez alegou que se uma pessoa estuda vários anos na universidade para se formar como advogado, por exemplo, e acaba como motorista de Uber, é uma ‘perda de tempo’, embora tenha dito que não tem “nada contra o Uber”. Como solução, ele propõe evitar esse ‘desperdício’ e investir no ensino técnico, vertente que traz resultados financeiros mais rapidamente do que cursos  de graduação. Além disso, o ministro afirmou  que seu papel é apenas elaborar as diretrizes – alinhadas ao emblema do atual presidente do país “Menos Brasília, mais Brasil”. A elaboração dos projetos e outras funções, dessa forma, serão responsabilidade de seus secretários.O grande problema que o Brasil enfrenta com a educação é que o aluno fica até 18 anos na escola e no final não sabe o que fazer da vida,pois não está preparado para o mercado de trabalho.O Brasil precisa aproveitar o ensino para o mercado de trabalho que não precisa necessariamente da universidade. Há modalidades de ensino profissional que preparam mais rapidamente os jovens para  trabalhar nas mais diversas áreas.


Fonte: GP e Elite FM