O que se sabe até agora sobre a confusão do edital dos livros didáticos - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O que se sabe até agora sobre a confusão do edital dos livros didáticos

Por: Elite FM
Publicado em 13/01/2019

Governo abriu sindicância para investigar o caso. Novo edital, já suspenso, retirava a obrigatoriedade de discutir em sala de aula sobre a violência contra a mulher e a situação dos quilombolas. Misteriosamente, segundo o Ministério da Educação (MEC), o edital de escolha de livros didáticos para o ano de 2020 foi modificado. O texto enviado pelo MEC ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em 28 de dezembro, foi alterado no dia 2 de janeiro, sem o conhecimento dos dirigentes da pasta. O novo documento, direcionado à escolha de material didático a alunos de 6º ao 9º ano do ensino fundamental, contém modificações polêmicas, como a de retirar a necessidade de que as obras incluíssem referências bibliográficas – possibilitando a aprovação de qualquer livro sem respaldo científico. O novo texto suprimia, ainda, a obrigatoriedade de discutir em sala de aula sobre a violência contra a mulher e a situação dos quilombolas. De acordo com o MEC, ninguém sabe quem fez isso. A pasta revogou as alterações feitas e abriu uma sindicância para rastrear o autor da confusão. 


Fonte: Gazeta do Povo