Quem é a paranaense Sandra Terena, a 1ª indígena a assumir uma secretaria no governo federal - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Quem é a paranaense Sandra Terena, a 1ª indígena a assumir uma secretaria no governo federal

Por: Elite FM
Publicado em 08/01/2019
img

Curitibana de 37 anos, da etnia Terena, que vai assumir a Secretaria de Políticas de Promoção de Igualdade Racial, diz que Jair Bolsonaro está dando visibilidade inédita a minorias. A jornalista de Curitiba Sandra Terena, com 37 anos de idade, e indígena da etnia Terena, se prepara para se mudar para Brasília, onde comandará a Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, ligada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, pasta entregue a Damares Alves pela gestão Jair Bolsonaro . Em entrevista à Gazeta do Povo, Sandra Terena, ou “Alieté”, como é chamada na aldeia Icatu, antecipou uma prioridade imediata - uma varredura nos 250 convênios existentes identificou a ausência de prestação de contas em 160 casos. Mas, questionada sobre como ficarão as ações afirmativas, em especial a política de cotas raciais,já criticada pelo presidente eleito, Sandra Terena se esquivou: “Eu acho que teria que ser a ministra para te informar. Na contramão da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), a jornalista também comentou que vê “com tranquilidade” a polêmica Medida Provisória que transferiu o processo de demarcação de terra indígena – até então uma prerrogativa da Funai – para as mãos da pasta da Agricultura. Também saiu em defesa do novo presidente da República: “O governo Bolsonaro está dando uma visibilidade inédita para minorias.  Sandra se formou em  Jornalismo na Universidade Positivo. “Me formei em 2003. Sou a primeira jornalista indígena do país. E escolhi jornalismo justamente porque vejo a comunicação como uma ferramenta muito forte que a gente pode usar em favor da causa." 


Fonte: Gazeta do Povo

Fonte das fotos: Imagem:Gazeta do Povo/Divulgação/Arquivo Pessoal