Em reestruturação, TV Educativa do Paraná suspende produção local e corta cachês - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Em reestruturação, TV Educativa do Paraná suspende produção local e corta cachês

Por: Elite FM
Publicado em 08/01/2019

A TV Educativa do Paraná tem mais de 220  funcionários, o que é um absurdo, revelando  que o dinheiro do povo poderia ser melhor empregado. É o que o novo governador pensa e fechou a torneira. Enquanto a nova grade da É-Paraná não for definida, tevê vai apenas retransmitir o sinal nacional, da TV Cultura. Governo paranaense prevê reduzir os custos com a emissora. "Segundo Hudson José, o cenário mais alarmante tem relação com os contratados pelo sistema de cachês [profissionais terceirizados e sem vínculo com o estado]: chegou ao ápice de 175, com pagamentos de R$ 700 mil ao mês, afirma o secretário. “É excessivo. Se fosse mantido o padrão, seriam R$ 8 milhões gastos [por ano] somente em cachê na tevê”. Para fechar a torneira, a primeira medida – já adotada – foi a dispensa de metade desses trabalhadores, com economia que deve alcançar de R$ 300 mil e R$ 350 mil já no mês de janeiro, conforme o responsável pela pasta, representando R$ 4,2 milhões a menos em gastos para 2019. "Além desses profissionais, a RTVE tem ainda comissionados e efetivos, com quadro total que, na prática, “ultrapassa com folga” os 220 empregados, de acordo com o secretário de Ratinho Junior – estrutura considerada por ele maior do que as necessidades da rádio e da televisão."


Fonte: Gazeta do Povo