Bolsonaro fecha órgão que criou o “Kit Gay”. Mas diversidade continua no MEC - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Bolsonaro fecha órgão que criou o “Kit Gay”. Mas diversidade continua no MEC

Por: Elite FM
Publicado em 05/01/2019

Novo governo acomodou as funções de órgão criado por Lula em duas pastas. Secretaria extinta planejou a cartilha “Escola sem Homofobia. O fim de secretaria específica para cuidar da “diversidade” dentro do Ministério da Educação, criada em 2004 pelo ex-presidente Lula, provocou reações acaloradas na oposição e nas redes sociais. A antiga Secadi (Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão) dará lugar a duas secretarias, a Secretaria de Alfabetização e a de Modalidades Especializadas.O órgão, que era lotado no Ministério da Educação, tinha como principal objetivo promover a alfabetização, mas também estimular ações de “diversidade e inclusão”. A Secadi planejou, por exemplo, a cartilha “Escola sem Homofobia”, em 2010, que ficou conhecida como “Kit Gay” – material sobre “identidade de gênero” que, após polêmica, apesar de pronto acabou não sendo distribuído nas escolas. Em seu perfil no Twitter, o presidente eleito, Jair Bolsonaro comemorou a extinção da pasta e relacionou a antiga Secadi a “ideias de dominação socialista”. “Ministro da Educação desmonta secretaria de diversidade e cria pasta de alfabetização. Formar cidadãos preparados para o mercado de trabalho. O foco oposto de governos anteriores, que propositalmente investiam na formação de mentes escravas das ideias de dominação socialista”, escreveu na rede social."

 


Fonte: Gazeta do Povo