O perfil dos ministros da educação do Brasil e o que esperar do futuro - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O perfil dos ministros da educação do Brasil e o que esperar do futuro

Por: Elite FM
Publicado em 29/12/2018

Desde a criação da pasta, em 1930, o cargo costuma ser ocupado por políticos alinhados ao presidente do momento. A maior parte tinha formação em Direito. Até hoje, só existiu uma ministra mulher. O Brasil terá em 2019 um ministro da educação de perfil liberal. O filósofo Ricardo Vélez Rodríguez nasceu em Bogotá, Colômbia, em 1943, e é autor de A Democracia Liberal segundo Alexis de Tocqueville e A Grande Mentira: Lula e o Patrimonialismo Petista. A indicação foi celebrada pelo Instituto Liberal, que, em nota, declarou: “Temos a imensa felicidade de contar com esse gigante em nossa história. Discípulo de Antonio Paim, o professor Velez é autor de importantes estudos acerca do pensamento brasileiro, o liberalismo e o patrimonialismo”. Em seu blog, o ministro indicado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro publicou um texto explicando suas intenções ao assumir o cargo. “Enxergo, para o MEC, uma tarefa essencial: recolocar o sistema de ensino básico e fundamental a serviço das pessoas e não como opção burocrática sobranceira aos interesses dos cidadãos, para perpetuar uma casta que se enquistou no poder e que pretendia fazer, das Instituições Republicanas, instrumentos para a sua hegemonia política”, escreveu.“Ora, essa tarefa de refundação passa por um passo muito simples: enquadrar o MEC no contexto da valorização da educação para a vida e a cidadania a partir dos municípios, que é onde os cidadãos realmente vivem.”


Fonte: Gazeta do Povo