Projeto Boa Sorte – Um diagnóstico, um recomeço - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Projeto Boa Sorte – Um diagnóstico, um recomeço

Por: Elite FM
Publicado em 16/12/2018

  Em 1980, receber um diagnóstico de HIV positivo era sinônimo de sentença de morte. Durante a década, que ficou conhecida pela famosa epidemia devastadora, era praticamente impossível ter aids e viver normalmente. Essa relação com a vida não existia. As pessoas se escondiam atrás do anonimato e do medo pela falta de informação da doença. Atualmente, o Brasil já não representa mais o mesmo cenário. Durante esses 30 anos, o país foi marcado por avanços e conquistas. Atualmente, 866 mil pessoas vivem com HIV, sendo que 75% estão em tratamento, ou seja, tendo uma vida totalmente controlada por antirretrovirais que são distribuídos gratuitamente pela rede pública, que também faz parte das vitórias. O silêncio está sendo quebrado, e o anonimato já não faz mais parte da identidade das pessoas que vivem com HIV. Gabriel Estrela, ator de Brasília, e criador do “Projeto Boa Sorte”, é uma dessas pessoas que escolheu não querer mais associar o HIV com a vergonha do passado. O diagnóstico parece ser um fim da linha, mas de onde a gente enxerga hoje em 2018, o diagnóstico é um começo. É a partir do diagnóstico que você vai decidir qual é a sua prevenção. É a partir de entender que a sua sorologia naquele instante está positiva ou negativa para o HIV, que você vai entender qual é o próximo passo.

 

 


Fonte: Agência do Rádio Brasileiro