Pedágio no Paraná sobe de 6,66% a 17,6%, bem acima da inflação - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Pedágio no Paraná sobe de 6,66% a 17,6%, bem acima da inflação

Por: Elite FM
Publicado em 13/12/2018
img
Imagem:Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Valores a serem cobrados no Anel de Integração foram discutidos em reunião extraordinária na Agepar na tarde desta segunda-feira (10); aumento não vale para a Econorte. As tarifas de pedágio no Anel de Integração do Paraná vão subir de 6,66% a 17,6% – com exceção das praças da Econorte. Por contrato, os valores deveriam ter sido atualizados no dia 1º de dezembro, mas o reajuste anual foi alvo de uma disputa em âmbito judicial e também administrativo. O pedido de recomposição, feito pelas concessionárias, foi discutido e votado na segunda-feira (10), em reunião extraordinária da Agência Reguladora de Serviços Delegados do Paraná (Agepar). A recomendação é de que os valores passem a vigorar a partir da zero hora do dia 12 de dezembro, mas ainda depende de publicação da decisão por parte do DER-PR. Os índices ficaram assim: Rodonorte: 6,66%Ecocataratas: 7,66%Ecovia: 7,91%Caminhos do Paraná: 8,4%Viapar: 17,6%Econorte: reajuste em discussão na Justiça. A fórmula específica para a recomposição inflacionária, baseada em indicadores do setor rodoviário, apontou índices de 6,66% a 8,4% – superior à inflação geral, que foi de 4,99% no período de um ano. O pedágio no Paraná continua sendo o mais caro do Brasil e as rodovias continuam, em sua maioria com pista simples, o que é inadmissível na BR 277 entre Foz do Iguaçu a S.Luís do Purunã. Apenas um trecho entre Foz e Medianeira tem pista dupla.

                   


Fonte: Gazeta do Povo

Fonte das fotos: Imagem:Aniele Nascimento/Gazeta do Povo