O Escola sem Partido e a doutrinação no ensino - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O Escola sem Partido e a doutrinação no ensino

Por: Elite FM
Publicado em 05/12/2018

A pretensão de neutralidade absoluta não apenas é impossível como também servirá de meio para permitir a divulgação de ataques à verdade e ao bom senso. A ideologia e doutrinação no ensino ganharam tanta dimensão que não há mais como negá-las. Os registros de casos ocorridos em sala de aula, textos publicados em livros didáticos, questões enviesadas em provas de escola, vestibulares e até no Enem são abundantes. Teóricos marxistas como Antonio Gramsci identificaram a educação como um dos campos de batalha para se fazer a revolução socialista sem o uso de armas, e no Brasil a estratégia foi conduzida com muito sucesso no governo PT. Não há a menor dúvida de que algo precisa ser feito na escolas para que a educação promova em primeiro lugar a criticidade dos alunos. Uma das respostas da sociedade ao problema da doutrinação é o projeto Escola sem Partido,  pois seria  absurdo a cooptação ou a propaganda político-partidária em sala de aula, ou a violação das convicções morais dos pais  até introdução de conteúdos ligados a educação sexual à revelia dos pais. O professor deverá tratar de questões políticas, socioculturais e econômicas,  de forma justa e global para que o aluno, por si mesmo, forme os juízos de valor. É o sistema que deu certo em países de primeiro mundo em educação. É a criticidade dos alunos que vai permitir formar uma sociedade de consciência coletiva em busca do bem comum.


Fonte: Gazeta do Povo