Bolsonaro estuda PDV para servidores públicos. É possível? E dá resultado? - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Bolsonaro estuda PDV para servidores públicos. É possível? E dá resultado?

Por: Elite FM
Publicado em 31/10/2018

Há diversas travas legais e de interesses que dificultam a redução do tamanho da máquina pública na administração direta e também em autarquias e fundações. Com a promessa de reduzir despesas e cortar benefícios do funcionalismo público, a equipe do candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) está estudando a realização de um Plano de Demissão Voluntária (PDV) para servidores públicos. O objetivo é cortar parte dos 633 mil servidores civis ativos no Poder Executivo. Mas a tarefa não é nada fácil, com resistências entre os servidores e sindicatos, além de dificuldades legais e pressões contrárias no Congresso Nacional. Com dificuldades em mexer no quadro de servidores pelas legislações vigentes, o atual governo focou esforços em cortar cargos nas empresas estatais, onde o regime de contratação permite demissões, em determinados casos. Os PDVs nas estatais, pilotados pela equipe da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST), do Ministério do Planejamento, resultaram no enxugamento de cerca de 47 mil empregados. Na verdade  há excesso de funcionários no governo, tanto que não há espaço físico em algumas repartições se todos forem trabalhar. O próprio Congresso  está inchado de cabides de emprego consumindo inutilmente o sacrificado   dinheiro do  contribuinte.


Fonte: Gazeta do Povo