Um novo presidente e o amadurecimento da democracia - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Um novo presidente e o amadurecimento da democracia

Por: Elite FM
Publicado em 30/10/2018
img

 O que esperar do próximo governo. Jair Bolsonaro (PSL) é o novo presidente do Brasil. Mas a vitória de Bolsonaro não é apenas uma derrota do PT – partido vitorioso nas últimas quatro eleições presidenciais, desde 2002: trata-se da maior mudança de rumo na política brasileira desde o fim da ditadura e a redemocratização, em 1985. No primeiro discurso como presidente eleito, Jair agradeceu aos seus eleitores e falou que governará o país com os ensinamentos de Deus, ao lado da Constituição e de técnicos qualificados. Ele também destacou que todos os compromissos assumidos serão cumpridos e que terá governabilidade para “resgatar o Brasil”. Bolsonaro declarou que com boa assessoria técnica, isenta de indicações políticas de praxe, fará um governo inovador. Haddad, porém, não mencionou o adversário, Jair Bolsonaro, durante seu pronunciamento, só mencionou em fazer oposição, enquanto que todos os candidatos a governador que perderam a eleição,parabenizaram os vencedores desejando-lhes uma boa gestão. A vitória de Jair Bolsonaro é simbólica por revelar empiricamente uma obviedade que só políticos oligarcas e de esquerda, festejados especialistas, comentaristas e jornalistas ignoravam ou preferiam ignorar: parcela significativa da sociedade brasileira ansiava por um representante que comungasse com ela uma agenda política, econômica e moral à direita, e que não tivesse medo de defendê-la. O Brasil tem condições de ser um grande país, mas é preciso que boa parte dos brasileiros deixem para trás o “quanto melhor, pior” e contribuam para que o novo governo acerte nas medidas que precisam ser tomadas para o bem comum e invista em infraestruturas, que são ás únicas bases sólidas para gerar emprego e renda. A política populista de favores e benesses já deu provas de que são puramente demagógicas.

 


Fonte: Gazeta do Povo

Fonte das fotos: Imagem/Reprodução/Facebook/Jair Bolsonaro