Saiba como 4 escolas estão ajudando a combater as fake news - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Saiba como 4 escolas estão ajudando a combater as fake news

Por: Elite FM
Publicado em 29/10/2018
img
Imagem:Gazeta do Povo

Professores têm investido em atividades para aumentar o senso crítico dos estudantes e evitar a propagação das chamadas “notícias falsas. Desde a corrida eleitoral que levou Donald Trump à Presidência dos Estados Unidos (EUA), em 2016, o termo fake news (notícias falsas, em inglês) se tornou extremamente popular em todo o mundo. No Brasil, a situação não é muito diferente. Um levantamento feito pela Universidade de São Paulo, em 2017, concluiu que cerca de 12 milhões de pessoas compartilharam fake news sobre política no Brasil. Nesse sentido, o combate à divulgação de informações falsas também é papel das escolas. Não é à toa que, em 2017, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) propôs o conteúdo educação midiática; o documento estabelece que alunos dos ensinos infantil e fundamental devem desenvolver a habilidade de lidar de maneira crítica com as notícias. Seguem quatro dessas atividades que ajudam as crianças e adolescentes a formarem um senso crítico sobre o que o leem e o que ouvem. 1.Procurar e noticias verdadeiras em sites diferentes e depois buscar as mesmas notícias em sites duvidosos.2. Fazer a checagem a  da informação.3.Mostrar que nem tudo o que é divulgado é verdadeiro. Podem ser fatos antigos,que nada têm a ver com a situação analisada, ou seja enganar para aprender.4.Fazer parcerias com jornalistas para que os alunos  observem, na prática, como  os profissionais da imprensa lidam com as informações antes de divulgá-las. Os professores sempre mostravam duas notícias, uma verdadeira e outra falsa. Todo o trabalho fazia com que os adolescentes fossem estimulados a analisar aquelas informações, percebendo falhas, identificando erros de português, verificando fontes. Essas atividades serviram para despertar a criticidade dos alunos  sobre o       que é falso ou verdadeiro.


Fonte: Gazeta do Povo

Fonte das fotos: Imagem:Gazeta do Povo