Endividados, cada vez menos jovens veem a universidade como o caminho a seguir em países desenvolvidos. - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Endividados, cada vez menos jovens veem a universidade como o caminho a seguir em países desenvolvidos.

Por: Elite FM
Publicado em 05/10/2018

 O número ainda é inegavelmente alto. Em grande parte do mundo, a maioria dos jovens acredita que ter um curso superior é a melhor maneira de melhorar de vida – e décadas de estudos comprovam a relação entre maiores salários e mais tempo de escolaridade. Mas, nos últimos anos, diferentes pesquisas vêm mostrando uma nova tendência, no sentido oposto: embora o valor conferido à educação superior continue alto, as enquetes realizadas com jovens em idade universitária indicam que eles estão se tornando receosos com o investimento (financeiro e temporal) em uma formação mais longa. Em países como Inglaterra e Estados Unidos, a quantidade de jovens recém-saídos do ensino médio que consideram a universidade o melhor caminho vem batendo recordes negativos. Os altos custos do ensino superior, a dificuldade de encontrar empregos em um mercado em que o diploma deixou de ser um diferencial e até mesmo a abertura de vagas para cargos qualificados mesmo sem uma graduação estão entre os sinais apontados como desestimulantes (e às vezes contraditórios) pelos jovens no momento de pensar os seus futuros. "Enquanto o custo do ensino superior explodiu em mais de 9.000% em alguns locais, a renda média nos EUA aumentou apenas 51% entre 1970 e 2016, saltando de 55 mil para 83 mil dólares anuais. Hoje, a dívida acumulada em empréstimos estudantis nos Estados Unidos ultrapassa a marca de 1,3 trilhão de dólares, segundo o Departamento de Educação.  


Fonte: Gazeta do Povo