Qual a diferença entre pesquisa espontânea e estimulada? - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Qual a diferença entre pesquisa espontânea e estimulada?

Por: Elite FM
Publicado em 03/10/2018

Existem duas formas de abordagem dos institutos de pesquisa nas sondagens de opinião. Entenda a diferença. Na pesquisa espontânea, não são apresentados nomes dos candidatos e o entrevistado fala o que lhe vem à cabeça quando é questionado em quem pretende votar. O levantamento espontâneo mede principalmente a lembrança que o eleitor tem de um político e o grau de interesse nas eleições. Essa pergunta costuma ser feita nos períodos pré-campanha. As intenções de voto na pesquisa espontânea são menores do que na pesquisa estimulada – quando são apresentados, ao entrevistado, opções de candidatos. Na pré-campanha, a estimulada avalia o potencial de cada possível concorrente. Durante o período eleitoral, revela como está a corrida eleitoral. A ordem das perguntas pode influenciar uma pesquisa? Sim. É desaconselhável, por exemplo, incluir perguntas de avaliação de um governo antes das questões sobre intenção de voto. Haveria uma tendência maior de o entrevistado escolher o candidato à reeleição ou aquele que o governante apoia logo após responder positivamente à pergunta sobre avaliação de governo – e vice-versa. Isso pode ocorrer porque o eleitor é estimulado a pensar sobre o governo, naturalmente associando-o ao seu candidato. Posso confiar em enquetes? Não é possível confiar em enquetes porque elas não são realizadas usando uma metodologia científica. (GP)


Fonte: Gazeta do Povo