A “insônia subjetiva” que está afetando a qualidade de vida de milhares de brasileiros - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

A “insônia subjetiva” que está afetando a qualidade de vida de milhares de brasileiros

Por: Elite FM
Publicado em 05/07/2018

Estima-se que o problema (quando o paciente relata que não dorme bem) afete entre 20% e 40% das pessoas no mundo. Dormir, uma das mais elementares necessidades do organismo. O sono foi um dos destaques da programação do 15º Congresso sobre Cérebro, Comportamento e Emoções, realizado em Gramado, na Serra, entre os dias 20 e 23 de junho, como tema de três mesas-redondas. O sono é a atividade mais importante da nossa vida, ocupando um terço dela. Quem tem 90 anos dormiu 30. Estima-se que a chamada insônia subjetiva (quando o paciente relata que não dorme bem) afete entre 20% e 40% das pessoas. Sinais que podem demonstrar que o sono não é reparador: Queixas de noites mal-dormidas, Sonolência diurna excessiva, Mau humor, Sensação de exaustão, Problemas de memória, Dificuldades de aprendizado, Queda no desempenho escolar, acadêmico ou profissional. Existe a  polissonografia, exame que avalia a qualidade do sono e identifica possíveis distúrbios, como a apneia obstrutiva do sono ou a síndrome das pernas inquietas.


Fonte: Gazeta do Povo