A conta da greve chegou: duas medidas que vão pesar no bolso dos paranaenses - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

A conta da greve chegou: duas medidas que vão pesar no bolso dos paranaenses

Por: Elite FM
Publicado em 07/06/2018

No Paraná, por enquanto, já se sabe que há dois buracos a serem cobertos após a greve dos caminhoneiros. No Paraná, por enquanto, já se sabe que há dois buracos a serem cobertos. O primeiro deles é consequência das medidas propostas pelo governo federal. Para bancar a desoneração do óleo diesel nos postos de combustível em R$ 0,46, a União terá de desembolsar cerca de R$ 13,5 bilhões. Parte desse dinheiro – cerca de R$ 104 milhões – virá do cancelamento de seis obras rodoviárias que estavam previstas no Paraná. Outra conta que vai sobrar para o bolso dos paranaenses é a isenção da cobrança do eixo suspenso dos caminhões nos pedágios do estado. Segundo registrou a repórter Kátia Brembatti nesta Gazeta do Povo, um problema é que estas canetadas não têm o poder de alterar o que está estabelecido nos contratos de pedágio. As concessionárias, portanto, não precisam abrir mão desse recurso. A resposta mais clara sobre o assunto veio do DER, que listou possíveis fontes de recurso para bancar a medida:?aumento do valor da tarifa; alteração do prazo da concessão; compensação às concessionárias; adequação do programa de exploração; ou uma combinação das hipóteses anteriores. Portanto,eixo suspenso será pago com aumento do pedágio.

 


Fonte: Gazeta do Povo