Investimentos em educação não representam aumento de produtividade no Brasil - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Investimentos em educação não representam aumento de produtividade no Brasil

Por: Elite FM
Publicado em 06/05/2018

O índice de capital humano, no Brasil, também tem crescido — embora mais lentamente — devido, principalmente, ao aumento da escolaridade dos trabalhadores brasileiros: a média de anos de estudo passou de 4,7 anos em 1990 para 7,9 em 2010. Mas, infelizmente, mais investimentos em estrutura e educação não foram revertidos em produtividade. Uma série de fatores que está além do alcance dos trabalhadores influencia os baixos níveis de produtividade no Brasil. Educação e investimentos em infraestrutura continuam sendo os principais problemas. “O Brasil hoje conseguiu avançar quanto ao acesso dos jovens à escola e em número de anos de estudo, mas esses jovens não receberam uma educação de qualidade que permita que eles sejam mais produtivos”, o que explica o motivo pelo qual a educação ainda é um desafio para o Brasil, mesmo com o aumento da escolaridade. “Nossos jovens chegam aos 15 anos aprendendo português e matemática muito menos do que os jovens de outros países, inclusive os emergentes”. O governo do PT quis fazer agrados populistas com as tais de bolsas, quando era seu dever investir em infraestruturas, as únicas que garantem empregos sustentáveis. E pior é que quando, no Brasil se investe em infraestrutura, investe-se mal e se escancarram as portas para a corrupção. De acordo com a pesquisa Doing Business do Banco Mundial, o Brasil ocupava em 2017 a 125ª posição do ranking de ambiente favorável para negócios, que avaliou 190 países. 


Fonte: Gazeta do Povo