Quando a dor é normal e quando é lesão depois de praticar exercícios físicos - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Quando a dor é normal e quando é lesão depois de praticar exercícios físicos

Por: Elite FM
Publicado em 25/04/2018
img

O sintoma nem sempre é sinal de lesão, mas é sinal de alerta se for constante e persistente, alertam os médicos. Sentir dor durante a prática de exercícios físicos é um sinal de alerta para todos os praticantes. A dor não pode ser superestimada, mas também não deve ser ignorada, conforme especialistas. Isso porque pode estar associada a processos que precisam de tratamento (e isso exclui a automedicação, bastante comum nesses casos).Quando uma pessoa sedentária inicia alguma atividade, é normal sentir dores musculares. Esse processo é chamado de dor muscular tardia e é causada porque a pessoa começa a mexer com grupos musculares com os quais o corpo não está acostumado. Segundo o médico ortopedista Alcy Vilas Boas Junior, do Hospital Marcelino Champagnat, isso não quer dizer que a pessoa sofreu uma lesão. “Isso não tem problema nenhum. Leva de 48 a 72 horas para melhorar. O que não pode acontecer é que você tenha uma dor recorrente”, explica. O ideal é que o praticante de atividades não sinta dor, o que pode ser atingido ao ser acompanhado por um profissional da área, que terá em mãos a prescrição certa dos exercícios para sua condição física, diz a professora do curso de Educação Física da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Keith Sato Urbinati. “O correto é que a pessoa que é sedentária e inicia atividades faça antes uma avaliação para saber seu nível de condicionamento”, afirma. Segundo a professora, dores nas articulações e nas costas, por exemplo, podem indicar que a pessoa não está preparada para se exercitar de uma determinada forma. “O risco de se desenvolver uma lesão é muito grande”, explica. A dor ocorre quando o corpo cria um processo inflamatório para regenerar os músculos que passaram por um processo de microrrupturas. Caso a dor supere as 72 horas e se torne persistente, é melhor procurar um médico para realização de exames e do tratamento. Se uma dor causada por exercícios for inibida e a pessoa continuar na prática do mesmo exercício, isso pode evoluir para um trauma mais grave para o organismo. “O músculo funciona como diversas cordas juntas, vários fios trançados. Muitas vezes essas pequenas cordas se rompem e o organismo cria um processo inflamatório para juntá-las. Se não fizer o tratamento, as cordas não se juntam, o que cronifica a lesão e pode causar o rompimento dessa musculatura”, alerta o médico.  


Fonte: Gazeta do Povo

Fonte das fotos: Imagem : Reprodução/Internet/http://corpoeestetica.com