Políticos da Lava Jato sob tensão: mudança no STF ameaça deixá-los sem saída - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Políticos da Lava Jato sob tensão: mudança no STF ameaça deixá-los sem saída

Por: Elite FM
Publicado em 24/04/2018

Em setembro, Cármen Lúcia deixa o comando do Supremo e irá substituir Dias Toffoli na 2.ª Turma, responsável pela Lava Jato no tribunal. Hoje, a turma é mais favorável aos réus. Tendência é que isso mude com a ministra no colegiado.vvPolíticos da Lava Jato sob tensão: mudança no STF ameaça deixá-los sem saída. A mudança no comando do Supremo Tribunal Federal (STF), com a saída de Cármen Lúcia da presidência da Corte e a sua substituição por Dias Toffoli a partir de setembro, vai reorganizar posições que podem ser determinantes nos futuros julgamentos de casos de corrupção. Toffoli passará a ter o poder de pautar julgamentos no plenário – tal como o das prisões após condenação em segunda instância, processo que Cármen se recusa a colocar em análise.Mas talvez o maior impacto dessa troca na presidência do STF está nas turmas do tribunal, que são responsáveis, entre outros temas, por julgar a maioria dos políticos com foro privilegiado. Toffoli hoje integra a Segunda Turma – responsável pelos casos da Lava Jato no Supremo e tida como mais “garantista” e menos dura com os casos de corrupção do que a Primeira Turma. A ministra será companheira de Edson Fachin, Celso de Mello, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski nesse colegiado. Cármen é considerada da ala do STF mais rigorosa no combate à corrupção, enquanto Toffoli está no outro grupo. 


Fonte: Gazeta do Povo