Você é feliz? Descubra seu nível de felicidade de acordo com o que você ganha - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Você é feliz? Descubra seu nível de felicidade de acordo com o que você ganha

Por: Elite FM
Publicado em 19/04/2018

Dinheiro não traz felicidade”, diz o ditado. “Mas é melhor ser infeliz em Paris”, responde a piada.Um outro ditado:” O dinheiro não traz felicidade,mas pode mandar buscar”. Diversos estudos sobre bem-estar subjetivo – a coisa mais próxima da ideia de “felicidade” que os cientistas conseguem medir – sugerem que existe, de fato, uma correlação entre renda e satisfação pessoal. Mas um trabalho publicado em janeiro deste ano, no periódico “Nature Human Behaviour”, aponta uma sutileza: renda e felicidade andam juntas, sim, mas só até certo ponto. Passando desse teto, que os autores do estudo chamam de “ponto de saciedade”, o dinheiro não acrescenta mais felicidade – na verdade, pode até subtrair alguma.“Teoricamente, presume-se que não são as rendas elevadas, em si, que levam às reduções no bem-estar pessoal, mas os custos associados a elas. Rendas elevadas frequentemente vêm acompanhadas por exigências elevadas (tempo, carga de trabalho, responsabilidades, etc.) que também podem limitar as oportunidades para experiências positivas”, escrevem os autores do levantamento, baseado em uma pesquisa de opinião que envolveu 1,7 milhão de pessoas de todo o mundo. O estudo determinou que, na média global, o ponto de saciedade para satisfação pessoal – a renda a partir da qual ganhar mais dinheiro não faz mais a pessoa achar que tem uma vida melhor, e pode até fazer com que ela ache que tem uma vida pior – se encontra em torno de US$ 95 mil anuais (cerca de R$ 300 mil). Também há diferenças relativas a gênero. Globalmente, mulheres precisam de mais renda (US$ 100 mil anuais, ante US$ 90 mil dos homens) para atingir o ponto de saciedade.


Fonte: Gazeta do Povo