Sindicatos sofrem derrotas sucessivas na Justiça do Trabalho - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Sindicatos sofrem derrotas sucessivas na Justiça do Trabalho

Por: Elite FM
Publicado em 17/04/2018
img
Foto: Aniele Nascimento/ GP/Arquivo

Apesar de não existir ainda um posicionamento definitivo entre os juízes, as empresas têm conseguido suspender o pagamento da contribuição sindical na mais alta Corte trabalhista do país. Nos últimos dias, ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST) suspenderam três liminares que obrigavam o recolhimento da contribuição sindical, popularmente conhecida como imposto sindical, mesmo após a entrada em vigor da reforma trabalhista. Embora não se tratem de decisões em caráter definitivo, os acontecimentos recentes dão pistas de como a Corte trabalhista, enquanto colegiado, pode se posicionar no futuro a respeito do assunto. Desde novembro de 2017 o tema se transformou em uma verdadeira “novela” na Justiça do Trabalho. Até então, todos os anos era descontado do salário do trabalhador, geralmente no mês de março e de forma compulsória, o valor equivalente a um dia de serviço, independentemente da filiação a sindicatos. Com a chegada da reforma trabalhista, o pagamento da contribuição ficou condicionado à anuência do empregado. Muitos sindicatos até fizeram assembleias, de duvidosa legalidade, com apenas os interessados na cobrança da contribuição sindical para  impor de qualquer maneira a dita cobrança, que pela nova lei,só será paga se o empregado quiser. Dos 17 mil sindicatos do Brasil, a absoluta maioria não presta qualquer serviço em benefício da classe, que, por sua vez se tivesse retorno, pagaria com prazer.


Fonte: Gazeta do Povo

Fonte das fotos: Imagem Photo Digital/Reprodução/ Aniele Nascimento/ GP/Arquivo