Não se pode melhorar aquilo que não se pode medir - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Não se pode melhorar aquilo que não se pode medir

Por: Elite FM
Publicado em 09/04/2018

Como diz uma famosa frase de William Thomson, importante físico irlandês do século XIX, “não se pode melhorar aquilo que não se pode medir”.  De fato, essa frase se aplica a muitas áreas além das ciências exatas. Pode tornar mais exatas as ciências e práticas do dia a dia que damos pouca atenção. Essa frase define muito bem o que se tem tentado propagar, em diversas atividades do agro, com a proposta de uso de indicadores para aumento de produtividade, para evolução genética, para gestão de risco em relações comerciais e, por que não, em critérios de desenvolvimento sustentável? O  Grupo de Trabalho da Pecuária sustentável, entidade que reúne representantes de todos os elos da cadeia de valor da pecuária bovina brasileira, desde o produtor rural até os varejistas e restaurantes, conduziu um trabalho de cerca de dois anos para produzir e disponibilizar à sociedade um Guia de Indicadores de Pecuária Sustentável. Esse material, apelidado de ‘GIPS’, é um compilado de indicadores, considerados por diferentes segmentos, importantes o suficiente para demonstrar adoção de boas práticas de manejo, processamento e comercialização de produtos da pecuária. O uso de indicadores como ferramenta de apoio à melhoria contínua de qualquer atividade é uma tendência que aumenta a cada ano. Com o uso mais frequente de tecnologias acessíveis ao produtor rural, tem se tornado cada vez mais fácil coletar e gerenciar dados da propriedade rural que permitirão uma melhor gestão e consequente evolução da agropecuária. 


Fonte: Alfapress Comunicações