Lições paraguaias: produzir soja até na areia e exportar quase tudo pelo rio - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Lições paraguaias: produzir soja até na areia e exportar quase tudo pelo rio

Por: Elite FM
Publicado em 04/04/2018

Com ajuda de brasiguaios e menonitas, produção agropecuária do Paraguai se destaca e projeta crescer 50% na próxima década; estradas ruins são compensadas pela extensa malha de hidrovias. Com um ritmo de crescimento muito maior que os países vizinhos, o Paraguai deixou de ser o país da “la garantia soy yo”, expressão depreciativa usada por brasileiros que pouco ou nada conhecem além de Ciudad del Este. Em 2017, as lavouras do país atingiram a melhor marca da história: 10,6 milhões de toneladas de soja. Principalmente no departamento de Alto Paraná, que faz fronteira com o Brasil.Lá, os produtores, especialmente os brasileiros, que vivem há décadas no país, conseguiram excelentes médias de produtividade na primeira safra de soja, entre 4.500 e 5.000 kg por hectare. Dados da Expedição Safra para o Paraguai indicam que a produção de soja e milho pode crescer 50% na próxima década.O maior desafio do Paraguai é infraestrutura. O país tem uma rede precária de estradas. No país, por exemplo, não é permitido o uso de bitrens. No entanto, se as rodovias ainda precisam de investimento, as hidrovias do Paraguai fazem inveja a muitos países com potencial semelhante, como o Brasil. Com uma rede de 35 terminais de grãos – 24 no Rio Paraguai e 11 no Rio Paraná –, e mais 12 em construção, o país exporta 96% do que produz pelos rios.


Fonte: Gazeta do Povo