Recrutamento automatizado: vale a pena substituir a inteligência humana? - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Recrutamento automatizado: vale a pena substituir a inteligência humana?

Por: Elite FM
Publicado em 01/04/2018

 A tecnologia certamente é a parceira número um da atividade de recrutamento e seleção. De modo geral, ela otimiza o fluxo de trabalho dos profissionais de RH, ajudando-os a selecionar os requisitos técnicos da vaga. Mas, existe um aspecto que gera muitas discussões nesse processo: será tecnologia é capaz de substituir a presença e inteligência humana no processo de contratação? Quando usada de maneira assertiva, ela otimiza a busca por profissionais, funcionando como um filtro para habilidades e requisitos técnicos para a vaga. O contato humano é fundamental para se preencher uma vaga de maneira eficiente, levando mais em conta a qualidade e sustentabilidade de uma contratação do que a rapidez em encontrar o profissional. Apesar de a tecnologia já estar substituindo o homem em muitos processos em diferentes segmentos, somente a sensibilidade  humana é capaz de identificar valores pessoais subjetivos, cultura, emoções, motivações relacionamento interpessoal e características comportamentais do ser humano. Em um processo de seleção, todos esses são fatores compõe um peso maior na decisão se comparado apenas as habilidades técnicas.


Fonte: Paulo Exel –MBA em gestão de Negócios – Informa Mídia