O curso do “golpe” e a função da universidade - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O curso do “golpe” e a função da universidade

Por: Elite FM
Publicado em 06/03/2018

Nesse curso do golpe, a esqueda revela a falta absoluta de criticidade em analisar as consequências desastrosas da administração petista. Mesmo fora do poder, a esquerda mantém a estratégia de colocar as instituições a serviço do partido e da ideologia, e a educação sempre foi vista como um ambiente a ser aparelhado. Doutrinação político-partidária de esquerda não é novidade na universidade brasileira (e nem nos ensinos fundamental e médio) há muito tempo. Mas nos últimos dias alguns professores perderam todo e qualquer pudor. Os alunos do curso de graduação em Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB) terão à disposição, neste primeiro semestre de 2018, a disciplina “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil” – o “golpe”, no caso, não poderia ser referência a outra coisa que não o impeachment de Dilma Rousseff. A ementa é explícita, citando como objetivos do curso “entender os elementos de fragilidade do sistema político brasileiro que permitiram a ruptura democrática de maio e agosto de 2016, com a deposição da presidente Dilma Rousseff. A bibliografia é praticamente toda formada por autores de esquerda, e a avaliação será feita por meio de quatro trabalhos que “deverão incorporar as leituras indicadas para cada unidade”. Esses professores de esquerda não se atentaram para o país detroçado pela má gestão petista, responsável pela instituição da propina e corrupção ou seja a roubalheira vergonhosa do dinheiro público exemplificada pela quase falência da Petrobras e propinas em todas as negociações com empreiteiras.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm