Sem mortadela, sindicatos estão em situação “caótica” - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Sem mortadela, sindicatos estão em situação “caótica”

Por: Elite FM
Publicado em 06/03/2018


Com o fim do imposto sindical aprovado na reforma trabalhista, os sindicatos foram obrigados a reduzir o quadro de funcionários, além de cortar viagens e eventos, confirma o Estadão. “A situação está caótica. Tivemos queda de 70% na arrecadação”, disse José Osório Naves, diretor executivo da Confederação Nacional do Turismo (CNTur), entidade que entrou com uma ação no STF contra o fim do mortandelão. “Estamos nos adequando para conseguir sobreviver. Não sabemos até quando.” Na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), uma das representações mais fortes do país, a queda na arrecadação ficou entre 13% e 14%, de modo que cerca de 20% do quadro de funcionários foi reduzido e alguns departamentos unificados. Os sindicatos estão caindo na real depois de serem criados mais de 17 mil ao longo dos anos e mais de 95%  sem nenhuma utilidade para os contribuintes e a prova está que  praticamente nenhum empregado quer continuar pagando mensalidade a troco de nada. Se os sindicatos estivessem dando retorno aos sindicalizados, estes fariam questão de continuar pagando, mas a realidade é que esses sindicatos são tão úteis quanto cinzeiro de moto em dia de temporal. Além de não ajudar o empregado cobra mensalidade, que felizmente foi revogada e só  o empregado que confirmar pessoalmente  a contribuição é que vai pagar.


Fonte: Antagonista e Elite FM