Voto impresso virou nó bilionário para as eleições de 2018 - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Voto impresso virou nó bilionário para as eleições de 2018

Por: Elite FM
Publicado em 15/02/2018

Reforma política aprovada em 2015 previa a impressão do voto. A PGR pediu ao STF que derrube a exigência. Uma emenda apresentada pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) ao projeto da reforma política aprovada pelo Congresso em 2015 se transformou em um nó bilionário para a eleição deste ano. A previsão da implementação do voto impresso nas eleições de 2018 foi parar no Supremo Tribunal Federal . De um lado, a Procuradoria Geral da República  argumenta que a impressão pode ferir a garantia do voto secreto, prevista na Constituição. De outro, há quem argumente que é necessário um mecanismo que possibilidade auditar o resultado das eleições. Gilmar Mendes afirmou que apenas 5% das urnas teriam o voto impresso nas eleições deste ano, por falta de recursos para implementação integral.No final de janeiro, os juristas Modesto Carvalhosa, Hélio Bicudo e Maria Aparecida Cortiz recorreram à Organização dos Estados Americanos (OEA) para garantir a implementação do voto impresso em todo país nas eleições de 2018. Na petição, eles elencaram votações em que houve suspeita de fraude eleitoral e argumentam que o TSE vai descumprir a lei se não implementar a impressão em todas as urnas já nesse ano. A associação que representa os peritos da Polícia Federal também  afirma que a impressão é necessária para “aprimorar a segurança e o sistema de auditoria do processo eleitoral. A pergunta irônica que se faz: “Por que Reino Unido, França ,Itália, Espanha, EUA e outros mantêm suas eleições com o voto impresso? É por serem atrasados ? 


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm