600 reais: o preço de um TCC (mal escrito) na internet - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

600 reais: o preço de um TCC (mal escrito) na internet

Por: Elite FM
Publicado em 08/02/2018

 Com conteúdo vago, trabalho é de baixa qualidade - mas, segundo professora, é plausível que fosse aceito por faculdades menos exigentes. Não faltam ‘ghost writers’ acadêmicos no mercado. Com a quantia certa pode-se comprar artigos científicos, trabalhos de conclusão de curso (TCC), dissertações de mestrado ou teses de doutorado. O processo é fácil: basta preencher um formulário em algum dos diversos sites que abundam na internet, especificar o curso e a área de conhecimento. O valor final é enviado por email. Mas os artigos são bons? A reportagem da Gazeta do Povo comprou um TCC de jornalismo e testou aos olhos de uma professora da área e o submeteu a um software anti-plágio — sistema cada vez mais usado pelas universidades brasileiras. Dentre as dezenas de opções, o prestador escolhido foi o site Monografia ideal. O domínio, registrado sob o nome de Josiane Gomes da Silva, oferece até mesmo um guia de temas para quem passou anos na faculdade e mesmo assim não faz ideia do que fazer para terminar a graduação. Em resposta à consulta  17 dias seriam suficientes para criar um TCC do zero, sem risco de plágio. “Todos os nossos autores têm pelo menos mestrado”, garantiu um homem chamado Celso, por telefone. O preço original por 50 páginas era R$ 1500. Como era temporada de promoção, tudo custaria R$ 600. Recebido o TCC e feita a primeira avaliação notou-se que o conteúdo era vago. Feita a busca em seu banco de dados por semelhanças com outros artigos, o resultado apontou um índice de similaridade de 38%.Comprar um trabalho e se assumir como o autor é crime de falsidade ideológica — previsto no artigo 299 do Código Penal. As faculdades sabem que essa fraude é comum, mas dificilmente denunciam, mas preferem confrontar a capacidade do aluno na exposição oral do TCC e quem mandou fazer não terá argumentos e se rala.


Fonte: Gazeta do Povo