Uso político de estatais continua mesmo após escândalo da Lava Jato. Por quê? - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Uso político de estatais continua mesmo após escândalo da Lava Jato. Por quê?

Por: Elite FM
Publicado em 06/02/2018

Em meio ao plano de privatizar a Eletrobras, grupos aumentam críticas contra redução do governo na empresa. Mesmo durante o processo de venda, indicações políticas ainda ocorrem. O uso de empresas estatais para favorecer políticos e partidos já foi comprovado e punido, como nas ações da Operação Lava Jato. Mesmo assim, o receituário de atuação estatal pautada por grupos políticos continua vigente. A resistência em se debater alterações nas empresas e principalmente em privatizá-las é um indício da manutenção das indicações políticas, prejudicando resultados e permitindo direcionamento em sua gestão. Defensores das privatizações das grandes estatais argumentam que somente com a redução do poder do governo nessas gigantes empresas, com diretorias e conselhos ocupados por indicados do poder em suas subsidiárias e sociedades de propósito específico (SPEs), será possível dar continuidade ao que a Lava Jato começou e evitar que a corrupção e a politicagem continuem a saquear as empresas.A classe política  não desgruda desse osso,pois estava acostumada às  propinas e caixa 2,o que é tudo roubalheira do dinheiro público em benefício próprio.O governo na sabe administrar nada, nem sequer as suas  contas, imagine as empresas.


Fonte: Gazeta do Povo