Gasto com combustível na Assembleia do PR pagaria 23 viagens de ida e volta a lua - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Gasto com combustível na Assembleia do PR pagaria 23 viagens de ida e volta a lua

Por: Elite FM
Publicado em 01/01/2018
img
Sessão plenária da Assembleia Legislativa. Pedro de Oliveira/Arquivo Alep

Cota paga a deputados estaduais devolve uma vez e meia o gasto de campanha. De janeiro de 2015 a novembro de 2017, a Assembleia Legislativa pagou quase R$ 55 milhões aos parlamentares para o ressarcimento de despesas ligadas ao mandato. Os R$ 54 milhões que os deputados estaduais do Paraná receberam dos cofres públicos desde 2015 como “verba de ressarcimento” (cota criada para arcar com “gastos da atividade parlamentar”, na justificativa oficial) cobririam com folga todas as despesas declaradas por eles na campanha eleitoral 2014 – R$ 34 milhões. É, para ser exato, o equivalente a uma vez e meia o que custou a eleição dos 54 políticos que têm assento na Casa. No caso de três deles, a verba de ressarcimento equivale a mais de dez vezes o gasto eleitoral. Um deles, Márcio Pacheco, do PPL, que disse à Justiça Eleitoral que sua campanha custou R$ 54 mil, “recuperou” 15 vezes essa soma graças à rubrica. E 32 parlamentares, ao todo, já receberam duas vezes e meia – apenas com a verba de ressarcimento – o dinheiro (próprio e de doadores) gasto para buscar uma cadeira na Assembleia Legislativa. Gasto com combustível pagaria 23 viagens de ida e volta à Lua. Os deputados criaram  28 tipos de serviços e produtos em que  podem usar a verba ligada ao mandato. E vejam a diferença: na Suécia, país de primeiro mundo em educação, um deputado quis cobrar do governo uma corrida de táxi, mesmo a serviço, e quase foi linchado. No Brasil o custo-político é um absurdo e afronta a sociedade tendo a classe política e os partidos com as duas entidades com a menor credibilidade do país.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm

Fonte das fotos: Imagem Reprodução/Gazeta do Povo/ Pedro de Oliveira/Arquivo Alep