Quanto seria o pedágio sem impostos? Veja como é composta a tarifa - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Quanto seria o pedágio sem impostos? Veja como é composta a tarifa

Por: Elite FM
Publicado em 01/01/2018
img
Foto:Arquivo Jornal de Londrina/Gazeta do Povo

 Há muitas dúvidas sobre a forma como é calculada a tarifa de pedágio. Para tentar esclarecer a questão, a Gazeta do Povo solicitou o detalhamento para a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar). Os valores foram calculados com base na média do que é praticado nas 27 praças de cobrança do Anel de Integração. Do valor da tarifa, 37 centavos a cada R$ 1 são destinados para investimentos em obras – gastos que as concessionárias tiveram para melhorar a infraestrutura. A?segunda maior fatia vai para a operação, com os gastos com funcionários e toda a rede de atendimento, como ambulâncias e guinchos. São 22 centavos a cada R$ 1. Os serviços de conservação e manutenção da pista e das margens consomem 17 centavos a cada R$ 1.Um dos assuntos mais controversos no pedágio do Paraná é a remuneração para as concessionárias. Por causa do cenário econômico em que a licitação aconteceu, em 1997, com altas taxas de juro e o chamado Risco Brasil em alta, a taxa interna de retorno (TIR) concedida às concessionárias ficou bem acima dos patamares praticados atualmente. O lucro das empresas representa 8 centavos a cada R$ 1 arrecadado. Os impostos  com a União e Estado  são 2 centavos para cada R$ 1 pago.As prefeituras recebem 5% da tarifa.O que vai direto para os governos representa 15 centavos em cada R$ 1  pago.


Fonte: Gazeta do Povo