O “Insulto Natalino “ de Temer - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O “Insulto Natalino “ de Temer

Por: Elite FM
Publicado em 01/01/2018

O presidente não é obrigado a conceder indultos natalinos, mas são raríssimos os casos em que isso não ocorre. E o indulto natalino concedido por Michel Temer em 2017 foi especialmente revoltante, pois relaxou ainda mais as condições para que um detento tenha sua pena extinta. Segundo o ministro da Justiça, Torquato Jardim, a mudança foi uma “decisão política” do próprio Temer. Uma decisão tão absurda que a Procuradoria-Geral da República foi ao Supremo Tribunal Federal para tentar derrubá-la e, na tarde de quinta-feira, a presidente do STF, ministra Carmen Lúcia, concedeu liminar derrubando alguns trechos do decreto:?caiu, por exemplo, a regra que concedia o indulto a condenados por crimes não violentos que tivessem cumprido um quinto da pena, bem como o perdão das penas pecuniárias. “Pratique corrupção e arque com só 20% das consequências – isso quando pagar pelo crime, porque a regra é a impunidade”, havia afirmado o procurador Deltan Dallagnol, ao saber das novas regras para o indulto. O desabafo resume a tragédia brasileira na segurança pública, e no Brasil, o crime pode, sim, compensar, disse Deltan Dallagnol. Indulto para os ladrões do dinheiro público,os maiores assassinos da sociedade é realmente um insulto para a sociedade que paga até 70% dos seus ganhos em impostos para ver seu dinheiro roubado e o ladrões receberem afagos do presidente. Realmente   a representação democrática dos brasileiros é uma vergonha sem limites.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm