Obesidade bovina vira problema na hora de apresentar o bife ao consumidor - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Obesidade bovina vira problema na hora de apresentar o bife ao consumidor

Por: Elite FM
Publicado em 14/12/2017

Nos Estados Unidos, consumidores estranham novos cortes inventados para dar conta de bois cada vez maiores; no Brasil, consumidor prefere peças menores. Um tendência vem intrigando os americanos nas churrascarias: os bifes estão mais finos.Paradoxalmente, isso acontece porque os bois estão turbinados, maiores e mais pesados. Os açougues, restaurantes e churrascarias têm buscado novas formas de aproveitar esses animais robustos, mudando a maneira de fatiá-los e apresentá-los ao consumidor. E isso, regra geral, tem resultado em bifes mais finos, assim como mais retalhos de carne e cortes “alternativos” inventados para aproveitar ao máximo a carcaça. A indústria argumenta que essa é uma forma de oferecer proteína animal em abundância, e mais barata, utilizando um rebanho menor. Mas há evidências de que os americanos não estão gostando da nova configuração de seus bifes. E isso pode acabar prejudicando a bovinocultura de corte, no longo prazo. “Se eles ficam mais finos, ou são cortados pela metade, isso arruína a experiência gastronômica para muita gente”. O peso médio  do boi foi aumentando 4 kg a cada ano, de 451 quilos em 1975 para nada menos que 618 kg em 2016. A produção bovina vem nessa tendência há vários anos, e todos os sinais são de que os bois continuarão seguindo o padrão GGG.


Fonte: Gazeta do Povo