O?paradoxo da honestidade - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O?paradoxo da honestidade

Por: Elite FM
Publicado em 31/10/2017

Haveria mesmo um abismo tão grande entre os valores de uma elite política corrupta e de um povo brasileiro honesto? Como é possível que um país de gente honesta seja caracterizado justamente pela corrupção desenfreada? Esta é a pergunta que surge diante dos resultados da Pesquisa Nacional de Valores 2017, feita pelo instituto Datafolha a pedido da consultoria Crescimentum. Cerca de 2,4 mil brasileiros selecionaram as características que melhor as definem o Brasil de hoje, e as características que, em sua opinião, definem como o país deveria ser. Quando os entrevistados tinham de falar de si mesmos, a “honestidade” ficou em terceiro lugar, atrás de “amizade” e “alegria” – resultado quase igual ao de pesquisa idêntica feita em 2010, ocasião em que “família” ocupava o segundo posto, atrás de “amizade”. Mas, na hora de definir a “cultura nacional atual”, a “corrupção” manteve o primeiro lugar. A pesquisa apontou a tendência de o brasileiro se dissociar daquilo que vê à sua volta – no caso, a corrupção – e ver os defeitos apenas no outro. Corruptos, por essa ótica, são os demais, aqueles encastelados nos três poderes, os protagonistas dos grandes escândalos, e são esses os que dão ao Brasil a péssima reputação de um país onde vigora a ladroagem. Um equívoco a evitar, quando falamos das “pequenas corrupções”, é o de igualá-las às grandes roubalheiras. 


Fonte: Editorial Gazeta do Povo