Quase metade dos candidatos reprova no primeiro teste psicotécnico; saiba os motivos - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Quase metade dos candidatos reprova no primeiro teste psicotécnico; saiba os motivos

Por: Elite FM
Publicado em 15/08/2017

Nervosismo e cansaço excessivo estão entre motivos comuns para um desempenho abaixo do esperado; a maior parte das reprovações, porém, não são permanentes. Para obter a carteira de motorista, não basta deixar o cone intacto durante a baliza, comprovar aptidões físicas e gabaritar as regras de trânsito no exame teórico. É preciso também passar por uma avaliação psicológica que, de acordo com dados do Detran Paraná, reprovou 42,3% dos candidatos ao menos uma vez durante o primeiro semestre de 2017. Quem não passa de primeira tem direito a refazer o teste quantas vezes for necessário, mediante o pagamento de uma taxa de R$ 91,83. O que acontece no chamado reteste é um aprofundamento da avaliação, no qual o candidato é avaliado somente nos pontos em que não mostrou suficiência. De acordo com a psicóloga especialista em trânsito Adriane Picchetto Machado, a necessidade do reteste às vezes se dá por motivos bem práticos: “Normalmente uma situação de avaliação, seja qual for, gera ansiedade na pessoa que vai ser avaliada, contribuindo para um desempenho abaixo do esperado”, explica. Outras interferências que são observáveis na avaliação, de acordo com a psicóloga, são questões como cansaço, sono, fome e nervosismo.


Fonte: Gazeta do Povo