Você vai pagar essa conta: política de subsídios do BNDES deixa rombo de R$ 184 bilhões - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Você vai pagar essa conta: política de subsídios do BNDES deixa rombo de R$ 184 bilhões

Por: Elite FM
Publicado em 17/06/2017

 A CPI da JBS, criada como forma de retaliação ao empresário Joesley Batista e à Operação Lava Jato, vai investigar apenas uma pequena parte de um esquema de privilégios bem maior montado dentro do BNDES durante os governos petistas.Com recursos do Tesouro Nacional e de fundos de proteção aos trabalhadores, como FGTS, FAT e PIS/Pasep, o banco estatal financiou grandes empresas – muitas delas com atuação no exterior – e países amigos do governo. Os subsídios concedidos por intermédio de taxas de juros amigáveis deixaram para o contribuinte um rombo de R$ 184 bilhões.Estudos a partir de dados do Ministério da Fazenda e do BNDES, revelam que o banco estatal recebeu aportes de R$ 473 bilhões do Tesouro e mais R$ 243 bilhões dos fundos dos trabalhadores de 2008 a 2014. “O governo,comonão tinha recursos, teve que buscar no mercado e pagou juros de 14,5%. De posse desses recursos, o BNDES os repassou com juros de 5% e 6%. Essa diferença será paga pelo contribuinte brasileiro até 2060. Nós temos ainda 42 anos para pagar esses R$ 184 bilhões de subsídios para sustentar as taxas privilegiadas de juros praticadas pelo BNDES, beneficiando os tais campeões nacionais e, lá fora, especialmente os países mais identificados ideologicamente, como Cuba,   Angola, Venezuela, Equador”.


Fonte: Gazeta do Povo