Assédio moral em tempos de home office é silencioso - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Assédio moral em tempos de home office é silencioso

Por: Elite FM
Publicado em 30/03/2021

Além de mudar as relações interpessoais e de privar as pessoas de momentos de lazer, a pandemia também transformou as relações no ambiente de trabalho. A imposição do home office modificou as rotinas e até mesmo a forma com que o assédio moral se manifesta. André Costa, entrevistador forense e advogado especializado em assédio moral, explica que essa nova realidade ganhou contornos sutis, mas não menos negativos. “A gente tem uma ideia preconcebida de que o assediador é o sujeito que grita, destrata, bate na mesa e tem uma conduta ativa. Mas quando as reuniões acontecem de forma remota, o assédio assume certas particularidades que são inerentes ao ambiente digital. Ele se manifesta de forma passiva e, muitas vezes, silenciosa”, diz. A dinâmica dos assédios ganhou um tom mais sutil, porque as pessoas têm receio de gravações comprometedoras e de exposição nos meios digitais, mas a potência do assédio não foi diminuída. “Ao não fazer nada, um funcionário pode estar assediando o colega. A pessoa não fala com o outro, não olha para ele nas reuniões, não atende ligações, não responde e-mails e até deixa de convocar para as reuniões. Ao não fazer nada e excluir o colega, está cometendo assédio moral”, explica Costa.


Fonte: ( patricia.penzin@gmail.com)