Mais transmissível e com maior carga viral: variante P1 vai “dominar” o Paraná - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Mais transmissível e com maior carga viral: variante P1 vai “dominar” o Paraná

Por: Elite FM
Publicado em 09/03/2021
img
Testes de coronavírus.| Foto: Gil Cohen-Magen/AFP

A confirmação de que a nova cepa P1, variante brasileira do novo coronavírus, está circulando de forma significativa no Paraná indica que, em pouco tempo, ela deverá ser a cepa dominante no estado. Segundo o vice-presidente de Produção e Inovação da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Marco Aurelio Krieger, a variante já se revelou mais transmissível e com maior carga viral do que a primeira cepa a circular no país. “E, assim ela, rapidamente ocupa o território, acaba se tornando a variante prevalente em uma ‘competição’, entre os tipos de vírus. O vice-presidente da Fiocruz explica que, clinicamente, ainda não faz diferença para o indivíduo saber por qual variante do coronavírus ele foi infectado, uma vez que não há diferença de abordagem terapêutica. No entanto, diz, a maior transmissibilidade e a maior carga viral da cepa P1 já podem ser diretamente associada ao recente crescimento de casos, óbitos e da ocupação de leitos hospitalares no país. A primeira conclusão que se teve é que ela é mais transmissível. E é uma doença que ataca o sistema de saúde. Se a gente tem uma maior transmissão, o número de pacientes que vai necessitar de internamento é muito maior. As informações que temos agora sobre a variante brasileira dão um otimismo relativo: a principal resposta das vacinas atuais que é a destruição das células afetadas, é pouco influenciada pelas novas cepas e, no caso da nossa variante, estamos fazendo esse estudo com a universidade de Oxford para termos uma resposta analítica breve. Mas, hoje, não existe motivo para achar que as vacinas, qualquer uma delas, vão parar de funcionar com as variantes.


Fonte: Gazeta do Povo