O “crime” da era moderna: ser de direita! - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O “crime” da era moderna: ser de direita!

Por: Elite FM
Publicado em 06/02/2021
img
Foto: Divulgação/www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/

A deputada Bia Kicis foi indicada para a CCJ na Câmara, e despertou forte reação da esquerda e da mídia, atualmente sinônimos. Já comentei o caso aqui, mostrando como qualquer direitista é logo chamado de extremista pela imprensa, sendo que não há radicalismo suficiente que faça um esquerdista receber o mesmo rótulo. A campanha para impedir que a deputada assuma a secretaria é intensa. O que a deputada não percebeu, pelo visto, é que ser de direita hoje ou, cruzes!, bolsonarista, é considerado um crime muito mais grave do que montar o petrolão e o mensalão ou apoiar a ditadura cubana. As máscaras caíram. Querem a volta da hegemonia da esquerda, num simulacro de disputa entre PT e PSDB. E com o apoio de quase toda a mídia. A mesma que trata como moderado ou simpático um socialista como Marcelo Freixo, do PSOL. Freixo virou até um defensor da Constituição! A mesma que o STF rasga sob seu silêncio, para perseguir bolsonaristas como a deputada Bia, que pretende protegê-la, que foi procuradora e tem compromisso com o império da lei. Por isso mesmo ela condena o inquérito do fim do mundo aberto ilegalmente pelo ex-advogado petista Dias Toffoli, e colocado no "dedaço" para a relatoria do ex-filiado do PSDB Alexandre de Moraes. Sobre isso, o socialista nada fala. Se Freixo está contra, então você já sabe que é para apoiar! Eis o truque: a esquerda radical chama qualquer um à direita dos tucanos, que são de esquerda, de "fascistas". E estes merecem todo tipo de "cancelamento", de perseguição, pois seu grande crime é justamente ser de direita, não aderir ao politicamente correto, não endossar a agenda "progressista" com sua política identitária, ideologia de gênero, aborto, desarmamentismo, ecoterrorismo e socialismo. Ir contra essa cartilha totalitária hoje já te coloca no rol dos culpados, e toda punição parece pouca para seu horrendo crime! 


Fonte: (Rodrigo Constantino-Gazeta do Povo)