Prefeito de Pato Branco quer apoio da Amsop para o aeroporto de Pato Branco que tem chance real de ser ” regional” - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Prefeito de Pato Branco quer apoio da Amsop para o aeroporto de Pato Branco que tem chance real de ser ” regional”

Por: Elite FM
Publicado em 02/02/2021
img
Robson Cantu/Foto-:https://www.facebook.com/robsoncantu/

Robson Cantu demonstrou insatisfação com a conduta da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop), que divulgou material promocional da obra do que a entidade defende como Aeroporto Regional, e que está em estudo para uma possível construção em Renascença. “A Amsop vai ter que defender esse grande projeto que é o aeroporto no município de Pato Branco, com chance por muitos anos de ser de fato “regional”, por ser a opção mais viável.Só o licenciamento ambiental para um novo aeroporto demora uns 10anos e o sudoeste ter um novo local para aeroporto é projeto depende principalmente da viabilidade econômica. Robson declarou:” A Amsop, é dos 42 municípios, ou eu vou ter que pedir para nossos vereadores para ter um diálogo muito diferente”, disse ele, dando a entender que Pato Branco pode pedir sua saída da entidade municipalista. O prefeito de Pato Branco comparou o movimento para a construção do aeroporto em Renascença, a uma disputa sem precedentes. “Não quero Hospital Regional [em Pato Branco], temos que fortalecer [o de] Francisco Beltrão. Está na hora de pararmos de dividir o Sudoeste. Temos que unir o Sudoeste. Unir para o porto seco; para uma pista dupla do [trevo do] Horizonte até Barracão, fazendo o “Corredor do Mercosul”.Estes sim seriam objetivos que deveriam  motivar ações da Amsop. Seguramente ninguém do Sudoeste é contra  um possível aeroporto em Renascença, que se para viabilizar  vai levar muitos anos.E o Sudoeste precisa de um aeroporto agora. O próprio governador do Estado declarou que o aeroporto de Pato Branco pode sim ser regional, pois com bem menores custos terá condições de receber aviões de grande porte e quando a demanda aérea exigir ampliação, pode-se pensar em outra alternativa. Impressão que se tem, é que exista um viés político-ideológico entre as duas maiores cidades do Sudoeste, quando  a realidade mostra que  a região, para evoluir precisa da união de todos e que cada município invista em seu potencial. Bairrismo deve ser coisa do passado. Atualmente a Amsop deveria  se envolver com muito afinco na recuperação da PR-280,detonada e pedindo socorro por estar numa pandemia rodoviária há muito tempo.


Fonte: Rádio Elite Fm