Modelo de privatização da PR-280 será debatido em audiência pública - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Modelo de privatização da PR-280 será debatido em audiência pública

Por: Elite FM
Publicado em 01/02/2021
img
Deputado Luiz Fernando Guerra Foto-Orlando Kissner-Alep

 Data prevista para debate é 18 de fevereiro e tem a coordenação da Frente Parlamentar do Pedágio. Simultaneamente a PR-280 vem sendo alvo de ações públicas, uma que é do governo estadual para a recuperação de sua pavimentação e condições de trafegabilidade, que é motivo inclusive de duas licitações, — a primeira no trecho de Palmas ao trevo do Horizonte, com pavimentação de concreto; e a segunda em uma grande extensão da via, com implementação de terceiras faixas e outras melhorias —, e outra que envolve o governo do Estado, mas que é trabalhada pelo governo Federal, e que trata da federalização e por consequência, privatização da via. Com relação a recuperação da rodovia, segundo o Chefe da Casa Civil, Guto Silva, a previsão do Palácio Iguaçu é que o trecho de Palmas ao trevo do Horizonte receba a ordem de serviço no mês de fevereiro, enquanto que para as intervenções de terceiras faixas, a ordem de serviço deve ocorrer em março. Integrante da Frente Parlamentar do Pedágio da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), o deputado estadual, Luiz Fernando Guerra Filho, avalia que não tem como dissociar as melhorias propostas pelo Estado, com a intenção de federalização. “O governo [Ratinho], quando assumiu em conversa com o governo federal entendeu, e a União demonstrou interesse de federalizar algumas rodovias no Paraná. E o levantamento feito na época de algumas rodovias, colocou a [PR] 280 neste processo. Há um novo entendimento na esfera federal e assim envolvendo deputados federais, há um possível interesse da União na PR-280 de Pato Branco em sentido a Vitorino e demais municípios onde a via está inserida. O fato é que a PR-280 está detonada, totalmente esburacada por nunca ter recebido melhorias eficientes, apenas “tapeia buracos” que ressurgiam mais agressivos. E agora com as últimas chuvas tudo o que era ruim, ficou pior. 


Fonte: Rádio Elite Fm