Desemprego zero: assessores de senadores custaram R$ 465 milhões em 2020 - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Desemprego zero: assessores de senadores custaram R$ 465 milhões em 2020

Por: Elite FM
Publicado em 26/01/2021

A crise de emprego gerada pela epidemia da covid-19 não chegou ao Senado Federal. Os 3 mil assessores dos gabinetes dos senadores custaram R$ 372 milhões em 2020 – menos de 1% abaixo das despesas de 2019. Considerando também os assessores dos gabinetes das lideranças partidárias e cargos da Mesa Diretora, indicados pelos os senadores, as despesas com salários bateram em R$ 463 milhões – média mensal de R$ 35,6 milhões (quanto desperdício com o nosso dinheiro). A folha de pagamento média nos gabinetes dos senadores ficou em R$ 350 mil. Cerca de 95% desses assessores ocupam cargo comissionado, de livre nomeação – metade deles em exercício nos escritórios de apoio nos estados. Os maiores salários chegam a R$ 27 mil, mas tem vaga a partir de R$ 2 mil, principalmente nos estados. Pelo menos 130 servidores do Senado ganham mais que os próprios senadores, que têm salário de R$ 33,7 mil. Um grupo de 34 desses servidores tem renda bruta acima do teto constitucional, chegando a R$ 50 mil, mas sofre o abate-teto e têm que se contentar com o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF)–R$ 39,3 mil. E para completar resta saber que o Congresso  abocanha R$ 30 milhões por dia.A pergunta óbvia: O que o país tem de retorno com esse absurdo gasto ? Não saber votar dá nisso. 


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm