Aulas presenciais no RS demonstraram baixo contágio e viabilidade da volta às aulas - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Aulas presenciais no RS demonstraram baixo contágio e viabilidade da volta às aulas

Por: Elite FM
Publicado em 15/01/2021
img
Rede pública estadual do RS-Foto: Itamar Aguiar/ Palácio Piratini / Governo do RS

O governo do estado gaúcho autorizou a volta às atividades no modelo presencial em todos os níveis de ensino, tanto na esfera pública quanto particular em outubro, com diversas medidas de prevenção. Estudo com 191 países mostra que manter escolas fechadas durante a pandemia é um erro. Diretora do Unicef pede que professores sejam priorizados na vacinação contra a Covid-19.Nas escolas públicas, a adesão das famílias à volta as aulas foi menor que nas particulares. Apenas 25% da capacidade disponível para os alunos foi ocupada nos dois primeiros meses após a retomada nas escolas públicas e 70% nas particulares. O governo do RS investiu R$221 milhões para a retomada presencial, dentre implementação do sistema híbrido, capacitação de professores, mão de obra terceirizada, desenvolvimento de aplicativo para monitorar contaminações, entre outros. Houve o registro de 36 pessoas infectadas na rede pública estadual desde a reabertura das escolas, sem provas de que o contágio tivesse ocorrido nas instituições de ensino, e nenhum óbito resultante dessas contaminações. Na avaliação de Karam, o número de infecções foi baixo. Segundo a Organização Mundial de Saúde, os lugares mais seguros são as escolas devido à faixa etária. Para o ensino infantil a aula presencial é indispensável. Nenhuma das escolas precisou ser fechada em decorrência de surtos de contaminações. O sindicato dos professores que foi contra a reabertura alegando possíveis contaminações, mas a realidade está mostrando que o retorno traz mais benefícios a ficar em casa e no atual momento não tem mais como aceitar como normal a rejeição dos professores em estar dentro das escolas. 


Fonte: Gazeta do Povo