Aborto na Argentina: um alerta para o Brasil - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Aborto na Argentina: um alerta para o Brasil

Por: Elite FM
Publicado em 04/01/2021
img
Ativistas pró-aborto durante a votação do projeto de lei do Senado argentino para legalizar o aborto-Foto: Ronaldo Schemidt / AFP

O Senado argentino aprovou a lei que torna o aborto até a 14ª semana de gestação legal no país. Trata-se do primeiro país latino-americano a permitir que o procedimento seja feito num período tão tardio da gestação e com um amparo legal tão abrangente. Com a lei aprovada, agora o aborto faz parte do Programa Médico Obrigatório do sistema de saúde pública argentino, e, assim, deve ser realizado de maneira gratuita, sem necessidade de justificação. A intensa oposição de parte significativa dos argentinos não conseguiu barrar  esse projeto. Um retrocesso civilizacional triste e lamentável. O texto da nova legislação é ainda mais permissivo do que parece à primeira vista: se lermos com atenção, o que a lei transpira é que o aborto passa a ser permitido até bem mais do que 14 semanas. No Brasil, a pauta abortista nunca deixou de se fazer presente em todas as instâncias de poder. A cultura pró-vida parece que foi amadurecendo no país e hoje, mais do que em anos atrás, um percentual maior de brasileiros se opõe ao crime abominável do homicídio dos que ainda não nasceram.


Fonte: Gazeta do Povo