Maia esbanja R$ 6 milhões com jatinhos da FAB em dois anos como presidente - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Maia esbanja R$ 6 milhões com jatinhos da FAB em dois anos como presidente

Por: Elite FM
Publicado em 27/12/2020
img
Maia torrou R$ 6 milhões do nosso dinheiro em viagens com jatinho da FAB. 147 viagens só de ida e volta para sua casa no RJ Foto: Landerson/Novatv

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, deixará para trás em 2021 uma mordomia pesada para os cofres públicos – os voos em jatinhos da FAB. Nos últimos dois anos, ele torrou 6,2 milhões em 364 deslocamentos, sendo 147 deles de ida e volta para o Rio de Janeiro, onde tem residência, geralmente sem agenda oficial. Foram R$ 4,3 milhões no ano passado e R$ 1,9 milhões neste ano, apesar da pandemia da Covid-19. Teve até visita a frigorífico da JBS em jatinho oficial.(Ninguém sabe o motivo, mas pelos frutos se conhecem as árvores).Só as viagens internacionais para nove países custaram R$ 1,4 milhão, sempre nas asas da FAB. Ele esteve em Nova Iorque, Paris, Londres, Roma, Genebra, Madri, Lisboa, Dublin e Buenos Aires. Maia esteve duas vezes em Nova Iorque em 2019, onde teve encontro com empresários, com diferença de apenas um mês. Fez turismo religioso em Roma, na cerimônia de canonização de Irmã Dulce, ao lado do então presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Tóffoli, outro campeão de viagens. Maia levou quatro assessores que receberam R$ 48 mil em diárias. Neste ano, fez a viagem mais cara, para Paris e Madri, contanto o jatinho e as despesas com seguranças, assessores e três deputados – um total de R$ 463 mil. A comitiva foi estudar modelos para a profissionalização dos clubes de futebol no Brasil, valorização dos campeonatos e direitos de imagem. Também houve visitas institucionais e até fotos com o Rei da Espanha, Felipe VI. A “missão” durou nove dias, de 22 de fevereiro a 2 de março. Só o deslocamento do jatinho saiu por R$ 240 mil. O presidente Rodrigo Maia manteve neste ano o hábito de viajar para o Rio de Janeiro nos finais de semana utilizando jatinhos da FAB. Cada viagem de ida e volta custa cerca de R$ 30 mil, considerando as despesas de manutenção da aeronave. Foram 55 dos 130 deslocamentos neste ano e 92 dos 242 trechos de 2019. E ainda tem as despesas com diárias e passagens de seguranças que seguem em avião de carreira – a equipe precursora. Na realidade um verdadeiro assalto ao dinheiro público e os 600 fiscais do povo não enxergam essa indecência. E apontar que isso é legal, é mais uma indecência incabível num país sério.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm