Confira quem pode ou não tomar a vacina contra a Covid-19 - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Confira quem pode ou não tomar a vacina contra a Covid-19

Por: Elite FM
Publicado em 22/12/2020
img
Imagem: Freepik

Com o começo da vacinação em países como o Reino Unido e os Estados Unidos, dúvidas sobre quem pode ou não tomar a vacina contra a Covid-19 começaram a surgir. A divulgação do plano de imunização do governo federal no Brasil estipulou quais são os grupos prioritários para receberem a vacina, mas vários pontos ainda estão por esclarecer. Casos de reação alérgica notificados no Reino Unido estão sob cuidados especiais. Grupos com restrição prévia são os menores de 18 anos. Antes de receber vacina a recomendação é consultar um profissional. É bom saber que “não há nada de diferente entre a vacina contra a Covid-19 e outras que já estão disponíveis e são utilizadas no SUS para outras doenças. Pessoas alérgicas podem tomar qualquer vacina, inclusive as que estão sendo aprovadas agora. Apenas em casos específicos, alérgicos não devem se vacinar. Quem já teve Covid-19 precisa tomar a vacina? Assim como acontece com outras doenças, como o sarampo, pessoas que já tiveram Covid-19 podem tomar a vacina, sem nenhum problema. Pessoas com sintomas de Covid-19, mas sem o diagnóstico, devem tomar a vacina? Não. Nenhum tipo de vacina é recomendada para pessoas que já apresentam sintomas da doença ou que estejam com febre, pois o efeito do imunizante pode ser diferente do verificado nos estudos clínicos e, por isso, não é recomendável que ela se vacine. Pessoas em tratamento de câncer ou outras doenças imunossupressoras podem se vacinar contra a Covid-19? Depende da doença autoimune e do tratamento que está sendo realizado. Crianças com comorbidades são grupo de risco, então devem ser vacinadas? Essa é uma questão que ainda não foi respondida. Pessoas com deficiências físicas ou mentais podem se vacinar com segurança? Sim, pessoas com deficiências que não afetam o sistema imunológico podem se vacinar.

 


Fonte: Folha de S.Paulo