O que a esquerda quer para apoiar um candidato à presidência da Câmara - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O que a esquerda quer para apoiar um candidato à presidência da Câmara

Por: Elite FM
Publicado em 03/12/2020
img
Apoio dos partidos de esquerda, como o PT de Gleisi Hoffmann, é considerado decisivo para o futuro presidente da Câmara.| Foto: Lula Marques/Fotos Públicas/www.gazetadopovo.com.br

Com o fim das eleições municipais, as atenções em Brasília se voltam agora para a disputa pelo comando da Câmara dos Deputados. A votação está marcada para daqui dois meses, após o recesso de janeiro. Pelo menos seis candidatos ao cargo de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na Mesa Diretora já estão em campanha. Eles buscam, principalmente, o apoio de parlamentares da esquerda. Apesar do recente resultado desfavorável nas urnas, quando encolheram de tamanho e perderam espaço para a centro-direita, partidos como PT, PSB, PDT, PCdoB e PSOL são considerados peça-chave na eleição da Câmara. Eles somam hoje 132 votos e podem desequilibrar a disputa.Ainda em dúvida se vão lançar ou não candidato próprio, as siglas de esquerda pretendem exigir contrapartidas para declarar apoio a alguém. Querem, por exemplo, que o sucessor de Maia se comprometa a incluir na pauta legislativa uma série de matérias classificadas por eles como de “defesa do trabalhador”, como a não votação da autonomia do Banco Central e o veto ao processo de privatização dos Correios. As pretensões da esquerda visam fisiologismo partidário, sem atentar para os interesses do país, como seria o caso das privatizações, principalmente os Correios, com a corrupção revelada pelo Mensalão e tantas estatais anacrônicas e improdutivas para o país. Os partidos de esquerda não terão cacife para bancar candidato próprio para a presidência da Câmara. O resultado das eleições mostrou que a maioria é de centro-direita e impôs derrota flagorosa  à esquerda,que para se reinventar precisa de novos nomes e principalmente demonstrar prioridade para os interesses do país sem o fisiologismo eleitoreiro.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm